Notícias

10 Km da Tribuna
26/05/2005

Olá Pessoal!!!



Dia 15 de maio de 2005 foi realizada a corrida 10 Km da Tribuna de Santos.

Mas antes, um adendo sobre a Maratona de SP realizada no dia 17 de maio de 2005: peço uma oração (independente da crença) a todos pela Mãe de nossa amiga Sumiko que faleceu à véspera desta prova. Sobre esta prova, por si só, os depoimentos do Beto, Ken, Denise, Valter , Rogério já dizem tudo, onde todos com muita garra participaram desta prova tão difícil, tanto pela distância, quanto o trajeto (os túneis e pontes) e quanto ao clima quente devido ao dia ensolarado.

Voltando a Tribuna de Santos, fomos eu, a Erica, Camila, Marcelo Jacoto, Caca, Adriana, Patrícia Tanaka, Paulo Rogério e família no hotel Praiano (www.hotelpraiano.com.br) um dia antes, no sábado onde o diferencial era a piscina aquecida que infelizmente não estava funcionando neste dia, mas do jeito que estava quente nem precisava. Também tinha ar condicionado e Tv a cabo no quarto. Do hotel até chegada era a distância de um canal, em torno de 10 a 15 minutos de caminhada. O ponto negativo do hotel era que não tinha um frigobar para colocarmos algum isotônico ou solução de maltodextrina. O dono do hotel também era um praticante de corridas, fanático como nós (rs), tanto que ele mesmo sem inscrição (perdeu o prazo da inscrição, comum entre o pessoal que deixa para última hora) participou sem numeração.

Almoçamos e jantamos no restaurante próximo do hotel, no Van Gogh (na avenida Mal. Floriano Peixoto,314 como se fosse a continuação da avenida do hotel Praiano- av. Barão de Penedo- bem no cruzamento da avenida Pinheiro Machado), recomendação do Rogério, onde o prato a base de frango dava para umas 4 pessoas com muita fome e a um preço bom, em torno de R$40,00 e que ainda levamos o que sobrou para viagem.

A largada estava marcada para 10 horas da manhã e acordamos cedo para tomar o café bem servido. Metade da turma estava ruim de gripe (estratégia??? Rs, mas estávamos mesmo muito mal mesmo, eu, a Erica, Caca e a Patrícia Tanaka). Tanto ir de ônibus (tarifa local) quanto ir de táxi (R$12,00 divididos pelo número de pessoas no táxi) para largada estava tranqüilo. Chegamos numa praça onde todos estavam se aquecendo. O interessante foi à ida para a largada onde a entrada para corredores e caminhantes eram em ruas diferentes onde ocorriam uma triagem e quem era caminhante não podia ir para área dos corredores e vice versa e quem não tinha numeral ou chip não podia entrar na área de largada de ambas categorias. O rigor era tanto que o repórter fotográfico Pingüim da Revista Contra Relógio que estava sem credencial, numeral e chip foi barrado pelo pessoal da organização e não pode fotografar a largada junto a nós corredores.

A largada foi ao som de Ivete Sangalo “levantou poeira” e todos com os braços levantados ao ritmo da música. Eram incríveis as quantidades de equipes, que devem ser de academias de ginástica de Santos, com umas 50 pessoas cada equipe, devidamente uniformizados fazendo coreografia e muito barulho com bastonetes de plásticos. Depois de 1 Km o pessoal já não estava tão animado (rs), com os braços cansados, mas estavam pelo menos unidos, segurando o ritmo quando um pelotão ficava para trás. Fui junto com a Erica até o segundo posto de água onde ela pediu para eu seguir no meu ritmo. Outro ponto interessante era os postos de água, onde o primeiro tinha uma banda de rock tocando, no segundo um DJ com música eletrônicas e no terceiro estavam tocando um samba. Até o Km 5 estava bem, mas dali em diante eu comecei a sentir o calor na Santos. Grande parte do trecho foi pelas as avenidas de internas da cidade e somente nos 2 últimos Km eram feitos na orla, e não sei se isso influía, pois nos trecho internos não vinha nenhuma brisa marítima para refrescar e também não tinha sombra. Os pontos positivos eram os espectadores dando a maior força para nós atletas, sejam aplaudindo ou dando gritos de apoio ou jogando refrescantes jatos de água das mangueiras (ação feita pelos moradores locais de sua casas). No Km 5 passei por uma daquelas equipes de academia, mas que na minha opinião estavam vestidos inapropriadamente de camisetas e shorts pretos que retem muito calor. Demorei um pouco para passá-los e durante a ultrapassagem senti um bafo, um calor no meio deles que parecia que eu estava numa sauna e se continuasse junto a eles seria cozinhado. Por volta do Km 6 a Adriana e o Caca que largaram com os caminhantes (outros que perderam o prazo de inscrição, e fizerem inscrições como caminhantes) me alcançaram. Acho que nesta hora o psicológico foi para o espaço, quando o Caca comentou que o relógio estava marcando 37º C. Fiquei um pouco para trás mas na orla consegui alcançá-los de novo. Na reta final não deixei de passar na ducha de água montada pela organização.

Cruzamos a linha de chegada os 3 juntos (eu, Adriana e Caca). Logo mais vieram a Erica e a Patrícia. Debaixo de uma árvore já estavam o Rogério, Camila, Paulo Rogério e o Marcelo Jacoto nos aguardando. Logo mais se juntou a nós o Anderson, a Rosana, André e o Gustavo. O pessoal também encontrou o Angelisio durante a prova.

Depois foi só tomar um banho e ir almoçar no Van Gogh de novo, aquele banquete (acho que devo ter engordado uns 3 Kg-rs) e voltar a São Paulo.

Uma única crítica a esta cidade é quanto à falta de cidadania dos moradores, pois me pareceu ter problema semelhante à Florianópolis, onde os calçadões da praia estavam bem limpinhas enquanto que nas ruas internas estavam bem sujas com excrementos de cachorros, onde a gente tinha que desviar toda hora das sujeiras (adivinhem quem pisou num, eca!!!).

Antes de ir embora, o Caca foi dar um tchau a seus amigos de Santos no Canal 2 (estávamos no Canal 1) e se perdeu, indo parar no Canal 3 (rs) e chegou quase uma hora depois de termos feito o check out no hotel.

Depois desta prova, estou revendo meus conceitos de treinamento, pois em muitas provas que participamos, sempre enfrentamos o calor escaldante do Sol e como geralmente treinamos a noite ou de manhã para evitar o calor, comecei a achar interessante fazer no fim de semana, pelo menos um treinamento mais tarde, das 10 horas em diante, para simular uma corrida em condições mais adversas, pois na Meia do Rio que irei participar, provavelmente grande parte da prova estarei correndo entre as 10 horas e meio dia.



Um grande abraço a todos,

Nova pagina 2

Classificação pelo Tempo Bruto Masculino Geral da EC Tavares

Pos   Num     Nome                                                                                                         Equipe                              Categ      ColCat  T. Total        T.Liquido

114 650   LAURO VERISSIMO DA SILVA                                 E.C. TAVARES / MIZUNO   M3034 18    00:35:15    00:35:06

321 6396 RAFAEL CANDIDO DE OLIVEIRA                            E.C. TAVARES                    M2024  29   00:40:05    00:39:07

365 7072 ALESSANDRO ANTONIO GUIMARAES                  E.C.TAVARES             M3034  63   00:40:43    00:39:55

645 4864 PAULO ROGÉRIO DA SILVA                                     E.C. TAVARES                     M5054  35   00:44:45    00:43:17

741 6395 ROGERIO EDUARDO CANDIDO                               E.C. TAVARES                     M3539 122  00:45:57    00:44:59

752 5687 ROGERIO TSUKUDA                                                  E.C. TAVAREZ / MIZUNO       M3034 126  00:46:03   00:45:08

1802 6701 MARCOS VIEIRA                                                      EC TAVARES                             M5054 108  00:54:15   00:51:07

1885 6461 ROBERTO ALVES ROSA                                         E.C. TAVARES / RUNNER BRASIL M2529 246  00:54:44   00:53:21

1897 6412 MARCELO JACOTO                                                EC TAVARES                              M2529 252 00:54:51    00:53:56

2039 6315 LUIZ CARLOS CANCRO                                        E.C. TAVARES                           M4549 210  00:55:47   00:51:57

2218 4236 LUIZ FERNANDO DANIELLO DIAS                     E.C. TAVARES                   M3539 345 00:56:53   00:52:50

2309 6575 SEBASTIAO ROBERTO DA SILVA                       E.C.TAVARES                      M4044 351 00:57:24   00:56:14

2363 1364 ANDERSON WILLIAM FURDIANI                    ASSOCIAÇÃO SABESP       M4044 359 00:57:43   00:54:03

2542 7590 MARIO SUGIURA                                                   E.C. TAVARES                            M4549 264 00:58:40   00:52:56

5040 6699 ÉLCIO RAFFANI                                                     EC TAVARES                              M5054 365  01:14:32   01:11:17

5269 1658 AUGUSTO TERUO NOMIZU                                  E. C. TAVARES / MIZUNO       M3539 773  01:16:58   01:09:46

6123 6700 CARLOS ALBERTO FONSECA VAZ                     EC TAVARES                    M5054 434  01:28:09   01:24:53

6431 6580 APARECIDO DOS SANTOS ROCHA                     E.C. TAVARES                  M3539 920  01:56:59   01:56:17

 

 

Classificação pelo Tempo Bruto Feminino Geral da EC Tavares

Pos   Num     Nome                                                                       Equipe                              Categ   ColCat  T. Total        T.Liquido

381 11893 MARICY NITA EC TAVARES / RUNNER BRASIL                 F3539 78       01:03:31     01:02:08

387 11960 IRENILDE AMORIM DE MAGALHÃES EC TAVARES          F3539 79       01:03:38     01:00:30

404 10221 CAMILA FEITOSA E.C. TAVARES / MIZUNO                        F2529 55       01:04:00      01:03:01

1397 10538 ERICA SATIE TANAKA E.C. TAVARES / MIZUHO             F2529 221      01:23:13     01:16:01

 

 

*Se alguém não foi relacionado na classificação acima, favor avisar ao nosso Professor Tavares.


©2012 ECTAVARES - Tel: 11 3231-2080/3159-8456/7722-0811 - Design Ciclo Graphics