Notícias

Maratona de Santiago 2015
16/04/2015

Maratona de Santiago
Os corredores sem fronteiras da EC Tavares participaram neste último domingo, dia 12/04, da Maratona de Santiago no Chile. O grupo, de aproximadamente 30 pessoas, trouxe para o Brasil muitas medalhas e também a lembrança de muitas aventuras na memória.
Os corredores chegaram em Santiago por volta de 1 da tarde do dia 09/04, quinta-feira. Depois que todos guardaram suas malas no Hotel Galerias, localizado no centro da cidade, puderam escolher entre as muitas casas de câmbio localizadas perto do hotel para a troca de reais por pesos chilenos. Com a moeda local em mãos quase todo o grupo foi almoçar num restaurante italiano. Atenção: importante ficar atento ao valor das notas e troco, porque tivemos problemas com pessoas que pagaram a conta com notas de maior valor e outras que não receberam o troco.
A sexta-feira foi um dia agitado. Primeiro realizamos um City Tour de 3 horas pela simpática cidade de Santiago. Nossa primeira parada foi no Jóquei Clube da cidade e em seguida fomos ao Palacio de La Moneda, sede da presidência chilena, que abriga no subsolo um centro cultural sobre o folclore chileno. Bem próximo dali estava a Plaza de Armas e pudemos conhecer a imponente Catedral Metropolitana. A próxima parada foi no Cerro San Cristóbal, um dos pontos mais altos da cidade de onde se tem uma vista lindíssima para a parte moderna de Santiago com a Cordilheira ao fundo.
Depois de conhecer a cidade paramos na feira de esportes para a retirada do kit da corrida. A feira estava ótima, muitos stands com uma variedade imensa de produtos, bem organizada, com distribuição de vários brindes e sem filas. A bonita camiseta Adidas tem um tecido grosso, não muito apropriado para correr mas que certamente será usada com muito orgulho por todos os corredores.
Todas as boas viagens são feitas de bons momentos e de maravilhosos sabores. Depois de visitar tantos pontos turísticos, e já com kit na mão, foi a vez da parada para almoço. Alguns almoçaram no Mercado Central de Santiago e outros, juntamente com o professor Luis Tavares, resolveram experimentar a iguaria mais famosa do Chile: A Centolla! Esse crustáceo gigante, encontrado em águas profundas, possui sabor diferenciado que lembra a lagosta. Uma delícia! Mas quem estiver disposto a degustar prepare o bolso, pois é um prato bastante caro.
E para fechar a sexta-feira no Chile nada melhor que um bom vinho. E sendo o Chile um dos maiores produtores de vinho do mundo, visitar uma vinícola é praticamente um passeio obrigatório. Fomos conhecer a Concha Y Toro, nos arredores de Santiago. Uma guia nos levou a uma visita pelo interior da vinícola onde pudemos conhecer vários tipos de uva e também degustar 3 tipos de vinho.
Sábado foi dia de conhecer as cidades litorâneas de Val Paraiso e Vina Del Mar. A primeira visita foi à portuária Val Paraiso que possui uma área histórica considerada Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO. Esta antiga cidade, fundada em 1544, possui uma geografia marcante, com suas casas coloridas construídas em cima dos morros na beira do mar. Um lugar encantador! Pudemos descer para a parte baixa em funiculares bem antigos e também conhecer a casa onde viveu o poeta Pablo Neruda. Já Vina Del Mar nos permitiu pisar nas águas geladas do oceano pacífico.
E chega o grande dia da Maratona de Santiago. A corrida teve percurso para todos: 42km, 21km e 10km. A maratona teve largada as 8:00 e as demais provas as 8:40, todas em frente ao Palacio de La Moneda, com muita música, show de aviões no céu e drones que voavam baixo, animando cerca de 28 mil participantes.
Bandas de rock e de músicas regionais animaram os atletas durantes o percurso. A hidratação não foi adequada ao clima seco de Santiago nos primeiros kms de prova, mas depois melhorou. A água era servida em copos abertos a cada 5km e a distribuição era feita apenas de um lado da rua, causando certo tumulto. Muitos corredores também tinham que parar a corrida para fazer a hidratação, porque com copos abertos não é possível beber correndo. O percurso dos 21km foi tranquilo e nos 42km alguns sofreram com os 10 kms finais de descida constante.
A corrida teve grande participação popular, que levou cartazes para incentivar os corredores e também muito patriotismo, pois as bandeiras do Chile eram muito reverenciadas. Na chegada muitas caixas de uva foram distribuídas, mesmo com certa aglomeração de pessoas. A medalha não foi das mais bonitas, mas certamente será uma das mais queridas já conquistadas.
Após a corrida os atletas ainda fizeram uma outra maratona na busca de uma boa refeição para comer. Santiago é uma cidade simpática, mas não é como São Paulo onde em qualquer lugar temos muitas opções de refeições para fazer. Próximo à estação e metro Tobalaba localiza-se o Costanera Center, um complexo com o edifício mais alto da América do Sul e onde há um shopping de 6 andares com lojas de grife, Hard Rock Café e vários opções de restaurantes.
Depois de tantos kms de aventuras vividos e de uma maratona inesquecível, só resta uma última coisa a dizer: CHI CHI CHI LE LE LE, Gracias Chile!


©2012 ECTAVARES - Tel: 11 3231-2080/3159-8456/7722-0811 - Design Ciclo Graphics