Notícias

Qual a importância da corrida?
06/09/2011

Qual a importância da corrida?
Motivos não faltam para explicar como e porque pessoas começam a correr. De uma simples caminhada, muitos vão sendo contaminados pelo bichinho da corrida e chegam até a se aventurar em corridas de maior distância como maratonas e ultras.
Numa visão geral, penso que são diversos os benefícios para quem começa a correr, iniciando pelo lado psicológico porque o treinamento em si, libera as tensões diminuindo o stress emocional, melhorando o controle dos níveis de adrenalina e dando ao praticante uma melhor qualidade no sono, além de melhorar e reforçar sua auto-imagem e auto-confiança. Quem não se sente bem em ir trabalhar, após uma corridinha?

Quanto ao organismo:

• Aumenta a cavidade do coração, diminui a freqüência cardíaca e aumenta a contração sistólica. Melhora o retorno rápido das batidas cardíacas e mantém a pressão sangüínea no ritmo normal.
• Veias capilares latentes entram em funcionamento e novas se formam;
• Aumenta a capacidade vital pulmonar;
• Melhora a irrigação sangüínea alimentando melhor diversos órgãos e sistemas;
• Fortalece as membranas musculares ( tendões, ligamentos, etc);
• Os músculos ficam mais sensíveis aos reflexos nervosos;
• O fígado alcança melhor capacidade de destruição dos detritos do metabolismo, especialmente o ácido láctico;
• Aumenta as secreções endócrinas relacionadas ao esforço, principalmente adrenalina e cortisona;
• Diminui a pressão sangüínea.

Um fato interessante é com relação ao aspecto físico do corredor que se torna mais saudável e jovial, não só em razão da perda de peso, mas também em função da impressão de que a corrida pode retardar o envelhecimento, fazendo com que o corredor aparente menos idade do que realmente tem.

Outro importante beneficio é social, pois a corrida tem contribuído muito para que pessoas troquem seus vícios (drogas, cigarros, bebidas), pelo prazer da corrida.
Porém, para que tudo literalmente corra bem, alguns cuidados devem ser tomados:
- Procurar um médico para um check-up geral e verificar se está apto para a prática da corrida.
- Um exame ergo-expirometrico completo até a exaustão (e não no seu sub máximo) ao nosso ver é a maneira ideal para se detectar problemas, portanto, o atleta não deve se esquecer de mencionar ao médico que é um esportista ou pretende se aventurar nas corridas.
- Procurar um profissional habilitado em treinamento desportivo, especificamente em corrida e sempre manter com ele um diálogo aberto, traçando suas metas e objetivos ao longo do ano e, principalmente, respeitar as planilhas de treinamento evitando “fazer a mais” do que está programado ao atleta.
- Da mesma forma, evitar competir de forma exagerada em provas de pouca expressão com intuito apenas de colecionar medalhas, pois treinos e provas demais são causas do chamado “overtrainning” de onde surgem as várias lesões.
Nas próximas semanas, falarei como desenvolver da melhor forma o treinamento para o alcance dos nossos objetivos dentro das corridas. Falarei sobre periodização de treinamento.
A corrida é uma arte, e como arte deve ser bem modelada e sem pressa para se atingir o melhor ao final.
Um abraço a todos.

Prof. Luis Eduardo Tavares.


©2012 ECTAVARES - Tel: 11 3231-2080/3159-8456/7722-0811 - Design Ciclo Graphics