Notícias

Estória da Bete, ex fumante e agora maratonista.
11/06/2009

Por Milton Sato

Alguns atletas da Equipe Tavares ainda devem se lembrar da Bete, entre 2° semestre de 2004 (ano em que comecei a correr) e 1° semestre de 2005, me esperando na chegada das corridas com a máquina fotográfica na mão (que ainda não era digital) para registrar o momento da minha chegada.
Naquela época a Bete ainda não corria, e fumava cerca de 2 maços de cigarro por dia. Até que, em maio de 2005 num dos exames de rotina (por ser hipertensa ela precisa tomar remédio diariamente para controlar a pressão) o cardiologista descobriu através de um raio-x dos pulmões um nódulo, dando o maior susto na gente dizendo que, se não parar de fumar imediatamente eu ficaria viúvo em pouco tempo. Era 24 de maio de 2005, o dia em que o último resíduo de nicotina tinha descido goela abaixo. Ela marca até hoje no calendário o dia em que parou de fumar: 24/05/2005. Descobriu-se posteriormente com exames mais minuciosos de que o nódulo já estaria calcificado.

Daí em diante ela começou a caminhar no Parque da Aclimação enquanto eu treinava por lá, e aos poucos passou a trotar e em seguida a correr. Decidiu enfrentar o 1° desafio dos 10Km na Corrida dos Bombeiros em 03/07/2005 terminando a prova em 01h14min47s com o ritmo de 07min28seg por Km, razoável para quem nunca tinha feito rodagem superior a 5Km.
Entrou na Equipe Tavares em 2007 e mesmo sem preparo suficiente decidiu correr a sua 1ª meia maratona (21Km) em 11/03/2007 (da Yescom) concluindo com o tempo de 2:40:02h (ritmo: 07:35min/km). Daí em diante foi desafiada pela amiga Cris, tendo que se esforçar mais nos treinos e principalmente nas corridas. Conseguiu chegar na frente da Cris em todas as corridas de até 10km, mas na Meia Maratona (21Km) do Rio de Janeiro em 24/06/2007 a Cris levou vantagem com o tempo de 02:02:22h (ritmo: 05:38min/km) e a Bete em 02:04:03h (ritmo: 05:58). Porém deu o troco na Meia Maratona Listel de Campinas em 13/07/2008 com o tempo de 01:54:18h (ritmo: 05:25min/km) enquanto a Cris concluiu em 01:59:05h (05:38min/km). Foram os melhores tempos das duas em corridas desta distância.

No início de 2009 começou a pensar, por livre e espontânea pressão do marido (brincadeirinha, pois na verdade foi um incentivo) em desafiar uma maratona (42,195km) porém sem muita confiança tanto é que foi uma das últimas a fazer inscrição para a Maratona de Porto Alegre, apesar de ter pedido para o Tavares preparar a planilha com esta finalidade em março. Um dos motivos deste receio foi o tombo num baile de formatura de um sobrinho em dezembro/2008 quando sofreu uma forte torção no tornozelo que a obrigou a andar de muleta por 20 dias e ficar totalmente inativa por 2 meses.

Finalmente decidiu fazer a inscrição pois os amigos(as) do treino da manhã Maria Gomes, Nádia, Alê, incluindo eu e também a Cris que agora trabalha e treina em Manaus já a haviam feito. Foram quase 2 meses e meio de exaustivos treinos, até que chegou o dia de embarque para a tão esperada estréia na maratona. E veja que coincidência: no dia de debute na Maratona Internacional de Porto Alegre(24/05/2009) estava completando exatamente 4 anos que ela tinha parado de fumar.



©2012 ECTAVARES - Tel: 11 3231-2080/3159-8456/7722-0811 - Design Ciclo Graphics