Notícias

Não dá para perder o Café da Manhã no Bosque
09/06/2008

Por Nádia Ilvana

Não dá para perder o Café da Manhã no Bosque

Eu confesso que antes tinha preguiça de acordar bem cedo, logo num domingo, para participar do café da manhã no Bosque do Morumbi com o pessoal do Tavares. Afinal, já bastam os domingos que temos que madrugar para participar das corridas. Mas bastou participar de apenas um café no bosque para me contagiar e não perder mais nenhum! Como diz o Alezinho “eu perco o treino, mas não perco o café da manhã”. E não é só pela variedade de comidas maravilhosas que aparecem, mas não tem preço dar um tempo na correria, sentar numa mesa com tranqüilidade e conhecer melhor nossos colegas de treino. Afinal, quanto mais juntos, mais fortes! Acho que esse é o espírito da Equipe Tavares.

O treino começou cedo, mas teve gente (como eu e o Ludovico), que só apareceu na hora do lanche. Mas merecemos um desconto, afinal ontem (sábado) participarmos da Fila Night Run, corrida noturna que aconteceu na USP. Aliás, a corrida foi muito boa e diferente. O visual do evento foi totalmente balada, uma espécie de Psico Trance esportiva e saudável - isso é possível! Os Dj´s ficaram num palco bem em cima da largada, com telão colorido e muita música eletrônica rolando. A música entrava na cabeça e dava maior energia para correr. A USP estava bem escura e por ser um local arborizado, o percurso teve um clima de floresta, de mistério no ar. Valeu!

Após o treino duro da manhã ou após corrida na noite anterior, tivemos direito a um maravilhoso café em homenagem aos aniversariantes de maio e junho e boas vindas aos novos alunos. A mesa estava maravilhosa e com muita coisa gostosa: tinha cafezinho quente, sucos, torta, pão de queijo, pão italiano recheado, biscoitos, frios, uma variedade incrível de bolos e pães e até pudim de leite! Depois de comer tudo aquilo só correndo uma meia-maratona para queimar as calorias... De vez em quando a gente pode e merece, vai!

Mas o melhor de tudo é o bate-papo com os amigos! Hoje os maratonistas estavam contando felizes suas aventuras na Maratona de São Paulo, que foi no domingo anterior. Muito bom porque quase todo mundo melhorou o tempo, os que correram pela primeira vez foram muito bem, enfim, quem não correu ficou com vontade. É tão bom escutar o pessoal contando que nos motiva, eu por exemplo, já estou decidida a fazer essa maratona no ano que vem.

Hoje também foi um dia de troca de experiências profissionais. Falamos de nossos trabalhos, desabafamos e descobrimos que por trás daquele pessoal de short e camiseta existem os mais diversos tipos de carreiras. Mas o que nos fez rir muito foi escutar o professor Tavares contando sobre a aventura de dirigir um carro automático na Disney, pois ele nunca tinha dirigido um, de errar 5 vezes o caminho e passar 5 vezes pelo mesmo pedágio (detalhe: sem saber que era o mesmo! rs) e de dar um banho de gasolina na Riuko na hora de abastecer.

O dia ainda deixa um mistério no ar. Adesilde e Maria tem um segredo. O que é bolacha? Era só falar de bolacha que as duas começavam a dar risada, mas não quiseram nos contar. Eu até procurei no google, porque sei que elas não estavam falando de biscoito. Já tenho uma suspeita. No próximo café a gente pede para elas abrirem o jogo.


©2012 ECTAVARES - Tel: 11 3231-2080/3159-8456/7722-0811 - Design Ciclo Graphics