Notícias

Uma nova modalidade
21/05/2008

Por Luiz Dias

Após alguns anos correndo em asfalto, sem muita variação 23 de maio/USP, resolvi partir para algo diferente. Ano passado fiz a Praias e Trilhas (prova que pretendo repetir este ano) - 84Km de, como o nome já diz, praias, montanhas, trilhas, dunas, na Ilha de Florianópolis. Este ano, coloquei na cabeça que iria ser mais radical e correr uma corrida de aventura. A prova escolhida foi a Haka Race, por ter uma categoria Sport (somente 40Km).

Neste final de semana, rumamos para Socorro, no interior de Sao Paulo, eu e minha dupla, o Leandro. Chegamos na cidade na sexta-feira, para deixar as coisas no hotel, e fazer o Special Test. Sete horas da noite, lá estavamos, no alto da Pedra Bela Vista - 1300m, para deixar nossas 2 bikes, pegar o mapa da prova, e fazer a aula de rapel noturno, que contaria 30 pontos ao final da prova. A única parte diferente era o rapel, que logo deu para ver que não era nenhum bicho de sete cabeças, e com uma lua quase cheia, descemos uma parede de pedra de uns 20m, algumas vezes, até cansar.
Um forno a lenha, tirava umas pizzas bem gostosas, enquanto analisávamos o que teríamos que fazer no dia seguinte. Voltamos para o hotel, pois ainda tinhamos que calcular nosso percurso, ver distâncias, rotas, etc. Fomos dormir a 1 da manhã, e as 7 já estavamos prontos.

As 8:30 na Praça da Matriz, houve um briefing, isto é, um resumo do que teríamos que fazer, e as 9:00 foi dada a largada. A princípio teriamos que correr em ritmo leve até a estrada, onde a largada oficial seria dada, mas isso foi só teoria. Todos já sairam voando de lá mesmo. Ao chegar na estrada, a prova de dividia em categoria Pro e Sport. A primeira seguiria em direção ao rafting, e a segunda, em direção ao rapel - sentido inverso. Acho que por sorte de principiante, notamos isso na navegação, e viramos sozinhos na direção correta. Isso fez com que ficássemos na frente quase toda a primeira parte da corrida. Um trajeto de uns 8Km em estrada de terra e uma trilha de downhill até a Pedra Bela Vista. Não acreditamos quando chegamos para fazer o rapel em primeiro lugar.

Somente um da equipe deveria fazer o rapel, desta vez de 90m. Fui o escolhido, por estar em condições melhores que meu parceiro. Após alguns minutos de descida pela corda, e de subida por uma trilha, pegamos a bike e saimos em direção ao PC-02 - uns 5Km de bicicleta, com bastante subida e descida. No caminho, perdemos 2 posições, e viramos em terceiro.

A prova estava ainda no começo e as caimbras do Leandro começaram. Sorte que até o PC-03 - mais uns 10Km de bike, era na maioria descida. Chegando lá, guardamos a bike, vestimos logo o colete salva-vidas, e esperamos completar o bote com mais 2 duplas. Saimos após uns 5min, rio abaixo, em corredeiras nível 3 e 3+, com algumas quedas de até 4m. Aproximadamente uns 3Km de rafting. Ao sair do bote, e saltar no rio frio, não teve mais jeito, meu parceiro travou. As 2 pernas com caimbras. Após alguns minutos de massagem, e 2 posições a menos na classificação, saimos para mais uma corrida (caminhada), de volta ao ponto onde deixamos as bikes - uns 4Kms de trilha, rio acima. Era o PC-05 e último ponto de controle. Teríamos pela frente mais uns 11Km de bike, até chegar na cidade, onde fizemos um PC Virtual (achar um banner em um ponto da barragem da cidade, e ver o nome do patrocinador), e chegamos a Praça da Matriz, com 5:30 hs de prova.

Família esperando, gatorade geladinho, alguns rostos conhecidos, outros nem tanto, mas estávamos felizes, muito felizes.

Mesmo com todas as caimbras de meu parceiro, conseguimos fechar a prova em quinto lugar, de um total de 30 duplas. Para nós, um feito enorme, por ter sido nossa primeira prova, primeira navegação com bússola, primeiro rafting, primeiro rapel, etc.
Já estamos nos preparando para a terceira etapa em agosto. Desta vez, quem sabe não fazemos a categoria Pro.

Acho que a corrida de rua, começou a perder um praticante, e a de aventura a ganhar.


©2012 ECTAVARES - Tel: 11 3231-2080/3159-8456/7722-0811 - Design Ciclo Graphics