Notícias

CORRIDA DE SÃO SILVESTRE 2007
19/01/2008

Por
Alessandro Sanches

CORRIDA DE SÃO SILVESTRE 2007/2008

O dia amanheceu ensolarado e prometendo aquela tão esperada chuva de fim de tarde, já tradicional na internacional prova de São Silvestre. A tarde continuou quente. A tenda da Equipe Tavares estava localizada na esquina da Alameda Jaú com a Pamplona oferecendo maior comodidade aos atletas que diante de todo o calor apresentado, sempre acima dos 30.º graus, juntavam força para a energizante prova de fim de ano. A corrida não precisa ser apresentada, dado a sua tradição e como em todas as edições, os “CORREDORES FANFARRÕES” não podiam faltar. Assim, lá estava Roberto Carlos, bem como a Noiva, Nérso da Capitinga, Bin Laden, entre muitos outros. A tenda pegava fogo, assim nossos atletas dispersavam na Paulista, aguardando a festa, que ao bem da verdade, havia iniciado muito antes.
Assim, às 17:00h o soar da buzina anuncia a mais tradicional das provas brasileiras, os atletas se enchem de emoção e não perdem a oportunidade de acenar para as câmeras e ser visto não só por seus familiares no país, como por todo o mundo. A descida da Consolação coloca os fanfarrões despreparados de língua para fora, enquanto os atletas Tavarenses, cada um no seu ritmo, segura a aceleração guardando energia para o que há por vir. A Avenida São João anuncia a chegada do Elevado Costa e Silva (minhocão), onde o contato com a assistência passa a ser da janela dos apartamentos, sempre com muita energia. Ao terminar o temido Elevado, uma senhora aguardava na porta de sua casa e refrescava os atletas com uma mangueira salvadora da pátria. A Avenida Rudge apresentava aos atletas o quilômetro de número 9 e nada da esperada chuva e naquele momento existia algo no sentido de que o fenômeno não viria. Queira ou não, fechado o horizonte sem fim da Avenida Rio Branco, os históricos Viaduto do Chá e Largo São Francisco escondiam o início da famosa BRIGADEIRO de duplo ideal. A sensação inicial de que a íngreme subida não terminará e a maravilhosa realidade de que já se foram treze quilômetros de prova. Agora o término da Brigadeiro significa o reencontro com a glamourosa PAULISTA, significando o encontro com um ano certamente vitorioso, onde todos nós pensamos nas pequenas e grandes vitórias que tivemos e em todas as outras que virão. PARABÉNS EQUIPE TAVARES, AFINAL ESSE FOI O ANO DO BICAMPEONATO!.


©2012 ECTAVARES - Tel: 11 3231-2080/3159-8456/7722-0811 - Design Ciclo Graphics