Notícias

Revezamento Ayrton Senna, vitória inédita
28/10/2007

Por Luis Tavares

Na manhã deste domingo o autódromo de Interlagos recebeu a quarta edição da Ayrton Senna Racing Day, tradicional maratona de revezamento paulista, exatamente uma semana após o Grande Premio Brasil de Formula 1, e a Equipe Tavares como sempre, marcou presença em mais um evento.
Às 4 hs da manhã, eu, Adesilde e Severino, chegamos em Interlagos, e em função da grande chuva que caiu na véspera, tivemos dificuldades de escoar as poças de água que se formou na área do Padock ( local das tendas), enquanto a Adesilde passava um rodo, eu e Severino descarregava os materiais e levava até o local, um procedimento que durou exatos 1 hora, pois tinha uma escadaria enorme a ser percorrido.
A partir das 7 hs, começaram a chegar os atletas.
Participamos com diversas equipes, porém a maioria de nossos atletas já havia formado seus grupos e por isso acabei montando 4 equipes, sendo 2 equipes de 8 e 2 equipes de 4.
A expectativa era grande, pois a nossa equipe 1 formada pelos nossos atletas de elite iam brigar por um posicionamento entre as três primeiras na categoria de 8, visto que no ano passado haviam sido 3ª colocada.
Enquanto isso a Adesilde se preparava para largar na equipe de 4, onde estaria fechando essa equipe. Uma ansiedade enorme tomou conta de mim, pois praticamente faz três meses que retornei de forma mais séria e correr em Interlagos, tendo que fazer duas voltas, era um desafio, tendo como meus principais adversários o meu peso ( acima de 10 kgs);e a alta temperatura pelo horário que iria largar ( 11 hs).
Enquanto controlava e administrava a tenda, as nossas equipes faziam bonito, enquanto a equipe 1 brigava pela liderança, o meu aluno Flavio Fukumoto controlava a outra equipe de 8.

Às 10:30 hs, deixei o meu posto de treinador, e me transformei em atleta e fui para os Box, para começar meu procedimento de aquecimento.
Tomei o cuidado em todos detalhes, preparação do meu gps; o cuidado na colocação das três palmilhas em cada tênis,pois como tenho um problema crônico de tendinite de Aquiles que dura há 15 anos, essas palmilhas tem colaborado em meu retorno, pois ameniza mais de 80% da dor que vinha sentido.
Exatamente às 10:50 hs o Waldik me passou a munhequeira e dei a partida para mais um desafio. Por motivo de cautela e cuidados, a Adesilde me acompanhou, pois o calor forte, mais o peso extra ( 10 kgs), tinha receio de sofrer um hipoglecemia ( queda do açúcar) e passar mal, um problema muito comum em virtude de ser uma pessoa ansiosa e administrar muitas coisas ao mesmo tempo, propicia a queima de forma acelerada do meu açúcar e conseqüentemente uma crise de hipoglecemia.
Durante a prova a Adesilde jogava a todo instante água em meu corpo, pois com a freqüência cardíaca a 95% da freqüência máxima, era única forma de consegui resfriar meu corpo e conseqüentemente diminuir minha freqüência.
Passei a primeira volta 5,3 km com 31:16 e fechei a prova com tempo de 1h :03.
Durante todo percurso, recebia muito incentivos inclusive o locutor que falava meu nome a todo instante.
Ao cruzar a linha de chegada, encaminhei imediatamente ao podium, pois estavam chamando a equipe Tavares, pois os nossos meninos haviam se superado e conseguido vencer a prova ( categoria de 8), e pediram a minha presença naquele instante, e como não havia dado nem dois minutos que havia terminado a corrida estava meio zonzo e confuso rsrs e no desespero de subir ao palanque, quase derrubei os seguranças que se encontravam na escada.
E no podium a apresentadora Cicarelli que entregou os troféus ainda brincou comigo, que ainda estava zonzo da corrida.
Ao descer do podium ainda fui abordado por uma jornalista que queria uma entrevista, e mesmo com dificuldades em falar, por causa do cansaço, atendi a jornalista e respondi as perguntas.
No final das contas, gostei muito do meu desempenho, pois larguei quase 11 hs, corri 10,5 km, 10 kgs a mais de peso, encarar por duas vezes essa subida terrível de Interlagos, consegui subir as escadarias do palanque após a corrida ( apesar de quase ter derrubado os seguranças), e ainda conceder entrevista.
Foi realmente um dia muito feliz,pois é muito gratificante em ver a alegria dos meninos, que com dificuldades e sem patrocínio, encontram tempo e dedicação com os treinamentos e o podium de hoje, tinha que coroar de forma brilhante a participação de todos.
Quero agradecer a todos da equipe pela belíssima participação e aos atletas de outras empresas , que usaram a nossa estrutura.


©2012 ECTAVARES - Tel: 11 3231-2080/3159-8456/7722-0811 - Design Ciclo Graphics