Notícias

MEIA MARATONA DAS CATARATAS DO IGUAÇU
20/08/2007

Por Marcelo Jacoto

Não é de hoje que o calendário brasileiro de corridas vem ganhando cada vez mais opções de Meias Maratonas. E em 2.007 foi realizada uma nova prova que tem tudo para se firmar com umas das principais meias dom país nos próximos anos: a Meia Maratona das Cataratas do Iguaçu, cujo percurso dispensa comentários.

A primeira edição da prova foi realizada no dia 08 de julho de 2.007 e contou com a participação de 600 corredores (incluindo vários argentinos e atletas de países vizinhos) e tempo-limite de 2 hs. e 30 minutos. A organização ficou a cargo da paranaense Associação Pro Correr (que também realiza a tradicional corrida da Serra da Graciosa), juntamente com o Parque Nacional do Iguaçu, além do patrocínio da hidrelétrica binacional de Itaipu. A escolha do local não poderia ter sido mais feliz, haja vista a beleza natural das Cataratas e os inúmeros pontos turísticos da região (Parque Nacional do Iguaçu, Parque das Aves, Hidrelétrica de Itaipu, Tríplice Fronteira com Argentina e Paraguaia e a proximidade com Ciudad del Este, paraíso dos sacoleiros).

Aproveitando o feriado paulistano de 09 de julho, me inscrevi na prova e voei com a namorada e um grande grupo de amigos para Foz na sexta-feira que antecedeu a prova. Na ida, enfrentamos um exaustivo atraso em Congonhas por conta do caos aéreo que assola nosso país (dias antes do trágico acidente do Airbus A-320 da TAM). No sábado, eu e meus colegas retiramos o kit da corrida no Hotel Resort Mabu, mesmo local da largada, distante 10 km do Parque Nacional do Iguaçu. Lá, tive a oportunidade de encontrar o ultramaratonista Rodolfo Lucena (escritor do livro “Maratonando”) e a mascote da prova, o simpático quati, animal característico do parque das cataratas.

Já no domingo, fui acordado com relâmpagos e trovões que clareavam o jardim do hotel. A chuva parecia querer rivalizar com as quedas d’água da Garganta do Diabo, o conjunto de saltos mais famosos das Cataratas. O frio também era intenso. Nosso grupo foi levado para o Hotel Mabu. A fim de fugir da chuva, aguardamos os 30 minutos que faltavam para a largada debaixo da cobertura de entrada do hotel. Felizmente, São Pedro resolveu colaborar e nos deu uma trégua um pouco antes das 8 horas, o horário da largada.

Começamos a prova sob uma garoa fina e com uma bela e animadora descida. A primeira parte do percurso foi realizada pela rodovia das cataratas, com isolamento e apoio do exército. Após seis/sete quilômetros, passamos ao lado do Aeroporto Internacional de Foz. Por volta da metade do oitavo quilômetro, enfrentamos o trecho mais complicado do percurso: uma íngreme e desgastante subida de mais de 500 metros. Exatamente na metade da prova, o corredor recebe água de coco, adentra no Parque do Iguaçu e tem a possibilidade de vislumbrar o verde da mata local por todos os lados. De vez em quando, escuta-se o barulho das águas de algum rio próximo à pista. Confesso ter ficado na expectativa de encontrar quatis pelo caminho, mas São Pedro, tão legal e condescendente duas horas atrás, resolveu aprontar e mandou muita chuva sobre todos os atletas. Resultado: por pouco mais de meia hora deixei de terminar a prova sem banho!

O percurso dentro do parque é todo feito no asfalto, com mata fechada dos dois lados, e alterna algumas subidas e descidas. Sobretudo, o corredor enfrenta fortes subidas nos dois últimos quilômetros, após passar pelo hotel Tropical e se deleitar com a vista das Cataratas à sua direita, que também proporciom um espetáculo sonoro ímpar.

Sem dúvida, uma belíssima prova (em todos os sentidos), com uma simpática medalha (um quati corredor), marcada pelo lindo visual do percurso e pela competência da Associação Pró-Correr em sua organização, e que tem tudo para se firmar no próximo ano como uma das principais meias maratonas do calendário nacional. Para os interessados, o site www.meiamaratonadascataratas.com.br já indica a data da próxima edição: 06 de julho de 2.008.


©2012 ECTAVARES - Tel: 11 3231-2080/3159-8456/7722-0811 - Design Ciclo Graphics