Notícias

A felicidade de uma jovem corredora
08/12/2004

Nesse ano de 2004, tive muitas felicidades e descobertas, engraçado como é a vida, no final do ano passado de 2003 para 2004 eu jamais imaginava os fatos que estavam para acontecer, fatos que mudariam para sempre a minha história e a minha conduta, ainda mais aos 32 anos de idade onde achamos que só nos resta os enta, quarenta, cinqüenta e assim por diante.... sempre ouvi dizer que temos que nos preparar para a velhice, e só agora vejo que a velhice só existe na mente de quem se deixa envelhecer, e que tudo é possível basta ter vontade e paixão por aquilo que se faz.

Então a minha história começou assim...

Exatamente na corrida do centro histórico de 8Km, uma grande amiga me chamou para fazer a prova e eu super-resistente dizendo que não, pois eu não corria tudo isso e principalmente não estava preparada para fazer qualquer prova que seja, até o dia em que ela apareceu com uma inscrição. Eu acreditando ser esta a dela e qual não foi a minha grande surpresa quando ela me disse que era a minha inscrição para o Centro Histórico, confesso não dormi a noite aquele número mexia comigo, será que vou conseguir???

E então o dia da prova chega: - Meu Deus quanta gente, e cadê a minha amiga??? Nada dela. Hora da largada encontro umas amigas da academia, já descoladas em corrida, fico por ali e derepente escuto um estrondo e deu-se a largada, corre, corre e corre quando chego no Km4 eu já estava bastante ofegante e cansada, nossa acho que não vai dar, km 5 o ritmo cai ainda mais, e ai derepente um anjo corredor aparece e vai dizendo toma bebe água mantenha o ritmo, vamos lá falta pouco, e aquilo vai penetrando em seu cérebro e sendo processado positivamente e o seu corpo ganha força e garra para continuar, vc. para e olha ao redor e vê todos ali juntos com vc., e derepente eu cheguei, que alegria, que felicidade.....só quem corre sabe do que estou falando....

E ai veio à corrida de Duque de Caxias, oba 500metros a menos, melhor para mim!!!! E veio a corrida da Avon... E veio a tão esperada pelos corredores a corrida de revezamento do Pão de Açúcar, que mundo e que calor, eu estava em uma equipe de 4 e larguei exatamente ao meio dia, calor, calor e calor quem esteve lá sabe bem do que estou falando...

Até então eu corria sem técnico e sem equipe, aliás, com pouco preparo, quando no final de setembro eu conheci o grupo C.A.R.E e o técnico Emerson o qual começou a me treinar. No começo não entendia muito bem a tal planilha, os tempos e as distancias, mas logo, fui pegando o jeito da coisa, e ai veio o convite para fazer a prova da Volta da Pampulha. ? O que???? Quase 18Km????? Estão todos loucos....Eu jamais vou conseguir....E mesmo com essas questões todas em suspense eu fui fazer a inscrição com um único pensamento: - Eu devo estar ficando louca mesmo.....

E ai veio à segunda preocupação como e com quem eu vou para lá???? E os amigos me indicaram o Luis Tavares que sempre organiza viagens para as corridas. Pronto viagem fechada e agora só me resta treinar.....

E então chega o grandioso dia eu e alguns amigos nos preparamos para o evento, café da manhã, chegada ao local, retirada de chip, alongamento, bebe e bebe água pois o calor já estava muito, e vai ao banheiro, retorna, alonga, bebe água, opa agora tem fila para o banheiro, e mais uma vez tudo de novo, e a fila aumentou mais, são 9:15hs vamos para a largada, nossa muita gente, conseguimos um lugarzinho lá atrás, e o meu pensamento não para, calor, 18km , será que vai dar???? E então mais uma vez a largada é dada.... Mantive um ritmo lento com medo de não conseguir terminar a prova, no Km3 passo por uma companheira de treino: - E ai tudo bem ??? Tudo vai embora que o seu ritmo é maior que o meu, boa prova..... E então chegamos ao primeiro posto de água, bebe e molha o corpo e corre, corre, corre.....Opa Km10 UAU!!! 59min e estou bem super bem, vamos lá faltam só 7.850m, a temperatura aumenta 34º, mangueira de água dos moradores que nos refrescavam, não perdia uma mangueira sequer, passei por todas....!!! De repente passa um corredor que me olha e diz: - É isso ai mulher mantenha esse ritmo que vc. está superbem vamos chegar juntos, mas derepente ele some na multidão a minha frente, ele simplesmente me deu mais motivação para continuar, e mais uma vez dois rapazes, é isso ai vamos ao nosso ritmo que a prova já está ganha.... E lá pelo km 15,5 um rapaz do RJ gruda em mim olha o relógio que já marcava 1hs32min e me diz vamos fechar em 1hs40min? E eu disse imagina sonho seu, vai embora que vc. consegue, e ele responde vc. também consegue vamos juntos, e eu disse: - Nem pensar ainda faltam 2km nem em 10 min eu concluiria a prova, e mais uma vez ele disse que concluiríamos sim, e me deu força para aumentar a passada e o ritmo foi se tornando cada vez mais forte e passamos o km16, o Km 17 e derepente a reta final, não acreditei, cruzamos juntos o pórtico de chegada exatamente às 1hs e 42min!!!!!!!! Comemoramos ali essa conquista e cada um foi para o seu lado...Na espera dos meus amigos, chega a Marina de 52 anos de idade e que nunca havia corrido mais que 10km, com lágrimas nos olhos, ela chega e diz: Eu cheguei, cheguei!!!!!! Fiz em 2hs12min!!!! O corpo todo se arrepia e a emoção mais uma vez toma conta....

É impressionante o quanto a gente consegue se superar, e o melhor ainda são os anjos das provas que nos motivam e não nos deixam fraquejar, esses corredores de garra e fibra, na qual eu também já faço parte. São tantas histórias que se escuta, tantas emoções vividas, que é praticamente impossível não entrar de cabeça nesse mundo. Eu digo a todos que não tiveram a oportunidade de experimentar essa sensação de conquista para que se dê a chance de romper essa barreira do  ?Eu não consigo, jamais conseguirei?, pois essa vitória se expressa não só na corrida ela interage com todas as áreas da sua vida. Tente eu garanto que vale a pena!!!!!!


©2012 ECTAVARES - Tel: 11 3231-2080/3159-8456/7722-0811 - Design Ciclo Graphics